ALPES DE GUARAREMA

Com um desnível considerável deste lote, resolvemos encaixar a casa entre as curvas do terreno para garantir melhor estabilidade da terra e conforto térmico. A fundação será em concreto armado, o concreto está longe de ser um material renovável, e infelizmente possui altos gastos energéticos para transporte e fabricação, mas para essa situação a melhor forma de resolver a implantação da casa é a fundação em concreto armado, com muros de arrimo fortes para segurar a terra do ponto mais alto do terreno. Esses muros de arrimo também serão responsáveis pela estruturação da casa, e situados dentro dos recuos obrigatórios.
Devido às normas de recuos e formato do lote, a casa deverá se restringir a uma forma retangular. Encaixamos dentro dos limites de construção todo o programa de necessidades que foi solicitado, apenas a casinha de brincar das crianças ficara fora do perímetro dos recuos. A implantação do projeto direcionou as fachadas das áreas sociais de convívio para o noroeste e área de lazer mais á oeste, os quartos principais para o sudeste, o de visitas e ateliê para noroeste .Resolvemos o programa de necessidades colocando na parte de baixo da casa (subtérreo, devido à relação com a altura da rua e a inclinação do terreno) as áreas de quartos dos visitantes, ateliê, e serviços. Essas áreas possuem acesso direto a garagem. O deposito para guardar fermentas e equipamentos como os caiaques, a área técnica do motor da piscina e dos sistemas de reuso e tratamento de água, assim como as baterias das placas solares estão em um espaço seguro e se encontram localizada abaixo da estrutura da piscina.
A parte principal da casa é a que possui a vista mais alta, voltada para o céu e copas das arvores, para acessarmos usamos a escada que liga a garagem até a sala de estar ou usamos a rampa que liga o portão de acesso até a varanda sul da casa. As áreas sociais então juntas como um único pavilhão que se abre para os jardins avarandados e piscina. A cozinha é integrada as salas de jantar e área de lazer. A lareira foi estrategicamente posicionada no centro da casa para irradiar calor nas noites frias. Após passarmos pelos ambientes sociais, entramos no corredor lateral onde acessamos o lavabo, depois uma sala privativa para televisão e por ultimo as suítes principais e um grande roupeiro. Toda casa foi projetada para receber as quantidades de sol necessárias para manter a casa quente no inverno e mais fria no verão. A piscina está localizada no oeste para receber sempre a luz do sol e aquecer a água de forma passiva, sem gastos energéticos. Cada escolha de material, formas estéticas, e cores foram pensadas na bioarquitetura e sustentabilidade desta edificação.

Local: Guararema – SP
Ano: 2018
Área: 400 m² / 1.500 m²